Sereia de Ouro


Atalhos


Agraciados

  • Eunício Oliveira

O ano de 2004, de certa forma, coroa a trajetória de Eunício Oliveira, este cearense de Lavras da Mangabeira. Depois de 11 meses de articulação no Congresso Nacional, o deputado conseguiu afirmar seu partido, o PMDB, como base do Governo Lula e, em seguida, ser nomeado ministro das Comunicações. O Troféu Sereia de Ouro de 2004 é concedido a Eunício Oliveira pelo destaque alcançado em seus 32 anos de atividade política, desde a época do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), de oposição ao Regime Militar.

Apesar da longa caminhada, o primeiro mandato público veio apenas em 1998, quando foi eleito deputado federal com expressivos 111.897 votos. Antes disso, sua atuação esteve voltada para a liderança classista. Eunício Oliveira foi líder patronal de diversas entidades ao longo da década de 80. Nesse período, consolidou sua postura política conciliatória, que o tornou uma das peças-chaves na movimentação do PMDB no Congresso.

Embora tenha tardado a entrar na política oficial, Eunício Oliveira, há muito, tinha noção de sua vocação. Seu pai, o agricultor e comerciante Otoni Lopes de Oliveira, foi vereador filiado ao antigo MDB, na pequena Lavras da Mangabeira.

É da terra natal que o ministro traz suas principais e mais saudosas influências. “Sou, hoje, aquele mesmo menino que jogava pião no meio da rua, ali perto da Praça da Estação. Em Lavras não sou autoridade, não. Continuo sendo o mesmo Dedé de Otoni”, diz. E o ministro comentou sobre o Troféu Sereia de Ouro: “Estou muito orgulhoso com esta premiação. Sinto-me um menino de Lavras perdido no meio de tanta gente grande.”



TV Verdes Mares
Sistema Verdes Mares
Praça da Imprensa S/N
Fortaleza, Ceará, 600000 Brasil