Sereia de Ouro


Atalhos


Últimas Notícias


Liderança política e eficiência administrativa

Cid Ferreira Gomes: uma das mais influentes figuras públicas do Ceará FOTO: Fabiane de Paula

Cid Ferreira Gomes: uma das mais influentes figuras públicas do Ceará FOTO: Fabiane de Paula

O engenheiro Cid Ferreira Gomes será um dos homenageados com o 45º Troféu Sereia de Ouro. Além dele, receberão a comenda o médico Elias Geovani Boutala Salomão, o professor Jesualdo Pereira Farias e a médica Lúcia Maria Alcântara de Albuquerque

Nos bastidores políticos, o sobralense Cid Ferreira Gomes é conhecido por seu jeito direto e pela objetividade na avaliação de cenários, na defesa de seus posicionamentos e na tomada de decisões. Soma-se ainda o mérito de um espírito conciliador, capaz de aglutinar diferentes setores da sociedade e forças partidárias com fins a um bem comum.
Essas foram marcas de suas gestões à frente da Prefeitura de Sobral, do Governo do Estado do Ceará, do Ministério da Educação e de sua atuação como parlamentar.

“Sou uma pessoa que ouve, que se coloca na posição do outro. Faço esse exercício sempre, diariamente”, revela. “Agora, naquilo que acho que deve ser enfrentado, eu vou enfrentar. Não sou o tipo que tem atitude covarde”, ele diz.

Vocação

Filho do defensor público sobralense José Euclides Ferreira Gomes Júnior e da professora paulista Maria José, Cid Gomes nasceu em uma família “com vocação para a política”. A primeira grande experiência na área, ele conta, foi quando o pai disputou o mandato de prefeito de Sobral. “Acompanhei a campanha dele e boa parte da dura lida de gerir uma cidade do interior durante o mandato. Já com 15 anos, eu tinha convicção de que a minha vocação era a vida pública”, afirma. Os irmãos Ciro e Ivo Gomes também partilharam este desejo e seguiram carreira política.

Formado em Engenharia Civil na Universidade Federal do Ceará, Cid manteve firme a decisão de ingressar na política. “Acredito na possibilidade de fazer transformações por meio do poder público, por isso sabia que o meu caminho era disputar mandatos do Executivo. Mas pra isso, você precisa de um Estado forte, com capacidade de investimento e atuação decisiva nos campos que são direitos básicos para a população”, afirma.

Quando terminou o curso de Engenharia Civil, Cid voltou para Sobral. A primeira vez que concorreu a um cargo eletivo foi em 1988, quando disputou o posto de vice-prefeito de Sobral. Em 1990, eleito deputado estadual, sendo reeleito no pleito seguinte.

“Meu papai e o Ciro foram duas influências muito fortes para que eu entrasse na vida pública. Meu irmão, muito cedo – com 24 anos, foi candidato a deputado estadual. Trabalhei com ele na Assembleia e isso abriu caminhos para que eu fosse uma espécie de sucessor dele no parlamento cearense”, relembra.

Embora reconheça a importância do Legislativo, Cid Gomes almejava chegar ao Poder Executivo. Cid foi eleito para a Prefeitura de Sobral em 1996 e reeleito em 2000 com 68% dos votos. “Embora o que fica na mão do Município com a divisão dos tributos seja menor, é onde as coisas são realmente demandadas, onde há cobrança maior. Eu tenho agradáveis lembranças da minha gestão. Conseguimos avançar muito em várias áreas e implementar diretrizes que permitiram a Sobral lugar de destaque entre os municípios do Brasil”, avalia.

Ao deixar o cargo de prefeito, Cid passou uma pequena temporada nos EUA, onde foi consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Retornou para disputar, em 2006, o cargo de governador do Estado – algo jamais imaginado pelo sobralense até poucos anos antes. “Pra mim, era algo muito distante. Costumava guardar nos meus sonhos uma proporção do que era possível, e isso parecia fora do meu alcance”, conta.

Cid lembra que sua candidatura ao Governo foi sendo construída pela militância e pela formação de um grupo político. “Esse grupo não é familiar. É um grupo de pessoas com dedicação e liderança política em diversas regiões”, declara, salientando que foi eleito como oposição.

No governo estadual, percorreu o Interior para ter uma compreensão melhor do Ceará e absorver as demandas reais da população. “Queria fazer um governo sintonizado com todo o Estado”. Quanto às contribuições que deixou como governador, Cid destaca a preocupação em assegurar oportunidades iguais e direito à vida digna aos cearenses.
Para ele, isso só pode ser alcançado por meio da Educação e da Saúde.

Na primeira esfera, duas sementes foram plantadas e ainda dão frutos: as escolas profissionalizantes em tempo integral e assessoria aos municípios por meio do programa para garantir a alfabetização na idade certa. Na segunda, ele destaca as Unidades de Pronto-Atendimento nos municípios (Upas), as policlínicas e a construção de hospitais no interior do Ceará.

“O que foi feito em matéria de recursos hídricos ao longo do meu mandato é um extraordinário legado”, acrescenta, citando como exemplo a construção de açudes para solucionar problemas de abastecimento de municípios, poços, cisternas, adutoras.

Comenda

Cid Gomes recebeu com entusiasmo a notícia que seria um dos agraciados com o Troféu Sereia de Ouro, em reconhecimento a seus atributos de liderança e eficiência administrativa. “O Ceará tem duas grandes comendas. Uma eu já dei como governador, e não é razoável que venha a recebê-la, que é a Medalha da Abolição. A outra é a Sereia
de Ouro. Essa é, portanto, a maior de todas as homenagens que poderia receber. Isso me deixa muito grato e me faz sentir recompensado pelo que faço”, declara.



TV Verdes Mares
Sistema Verdes Mares
Praça da Imprensa S/N
Fortaleza, Ceará, 600000 Brasil